mintrans.gov.ao
 
Ministério
17 Maio de 2021 | 08h05 - Actualizado em 18 Maio de 2021 | 10h05

Comboio da esperança e da integração (I)

O Comboio, sobretudo no centro sul de Angola, é um dos principais meios de transporte de produtos do campo e de pessoas. O de Benguela, por exemplo, liga quatro províncias, mais de 10 municípios.

O Comboio, sobretudo no centro sul de Angola, é um dos principais meios de transporte de produtos do campo e de pessoas. O de Benguela, por exemplo, liga quatro províncias, mais de 10 municípios.

O apitar dos comboios das diferentes empresas do sector dos Transportes levam esperança as regiões e províncias que cruzam. O mais extenso, que é o Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), cruza quatro províncias, estando a contribuir para o escoamento de produtos do campo e não só.

Inactivo durante o período de conflito armado, sobretudo na ligação interprovincial, mantendo apenas a ligação Lobito - Benguela, o CFB está a contribuir para o crescimento da economia de Benguela e das outras províncias que ficam ao longo do percurso.

O sector da agricultura, por exemplo, está a tirar maior proveito através do escoamento dos produtos que antes se estragavam por falta de transporte para os levar até aos grandes centros de consumo.

Hoje, a produção do campo dos municípios da Ganda, Cubal, Tchindjenje, Ukuma, Longonjo, Caála, Tchicala Tchiolonga, Catchiongo, Chinguar, Catabola e outros encontram no Caminho-de-Ferro de Benguela um parceiro indispensável na transportação com custos baixos e comercialização, assegurando assim os rendimentos previstos pelos produtores.

Pela sua importância são "Comboios da Esperança e da Integração”, uma vez que facilitou a ligação cidadãos do Lobito ao Luau (ponto de partida e de chegada), que antes estavam juntos mais distantes, mas agora mais próximos e integrados pelo CFB.



Voltar

Canais de Atendimento

Você pode realizar manifestações nos seguintes canais